O que você lê aqui

Ao ouvir outras pessoas sobre suas alegrias, angústias e dúvidas quis compartilhar minhas impressões sobre esses momentos que vivencio no desejo de ser útil.

Ao lê-las, comente-as. Deixe sua ideia, sua impressão.

domingo, 5 de setembro de 2010

Brincar de viver

Hoje é um daqueles dias em que você acorda tão feliz que quer mais é continuar acordada por muito tempo. Medo de dormir e toda essa felicidade desaparecer com os maus humores próprios do dia-a-dia.
Acordei toda faceira. Qual uma menina que está prestes a ganhar um presente de aniversário ou como se estivesse prestes a realizar aquela viagem.
De vez em quando nos tornamos assim, leves e plenos.
Não tememos nada e queremos mais é compartilhar com quem está ao seu lado esse bom momento.
Muitos se sentem culpados por se sentirem assim de vez em quando.
Mas quando nos damos o direito de usufruir desse saboroso momento nos desmanchamos diante do próprio deleite de ser feliz.
Simples assim. Nem mais nem menos. Tudo na medida para um ser que almeja estar ao lado de quem ama para fazer o outro feliz.
Não me canso de repetir a palavra feliz, por ser exatamente o que quero dizer.
Portanto, se embriague nela, saboreie comigo essa energia brilhante que tenho para compartilhar hoje.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários são bem vindos.